cascais gastronomica

Pratos típicos de Portugal para lamber os dedos

Pratos típicos de Portugal para lamber os dedosPratos típicos de Portugal para lamber os dedos

A gastronomia portuguesa é a melhor por muitas razões. É delicioso e sempre tem o tempero perfeito. Todos os ingredientes e sabores são melhorados. E como os portugueses adoram a carne e o peixe, às vezes, até mesmo os que misturam, mas seja como for, estão deliciosos. Continue lendo e descubra os 10 melhores pratos portugueses que deve experimentar.

Os pratos portugueses não são apenas ingredientes saborosos, que vão bem juntos. São tradições e lembranças. Trata-Se de reunir as famílias aos domingos. Por trás de cada prato português está a receita de uma mãe, uma tia, uma avó, de uma mulher. Esta é uma das razões por que a comida portuguesa é tão especial. Sardinhas assadas. Uma fonte de sardinhas recém-assadas, ou sardinhas assadas, é a comida reconfortante típica de Portugal.

Embora sejam os mais emblemáticos de Lisboa e são um ponto culminante de todos os festivais de verão da capital, as sardinhas são um prato favorito em praticamente todo o país. A forma tradicional portuguesa de cozinhar as sardinhas deixa intactas as espinhas e as cabeças; para comê-las, evitando a espinha dorsal, mantenha a cabeça em uma mão e a cauda da outra, enquanto morde o peixe de lado. Uma sardinha perfeitamente assada tem uma saborosa carne branca de escamas e uma pele perfumada e crocante.

Francesinha.

A Francesinha (menina francesa em português) foi criada por Daniel David Silva, que viveu na França durante algum tempo. Depois de um tempo, voltou a Portugal com as influências do croque-monsieur, o que o levou a Francesinha. Este prato português é, essencialmente, um croque-monsieur melhorado, um sanduíche de presunto e queijo tostado.

Francesinha.

Este prato português é, essencialmente, um croque-monsieur, mas tem mais camadas de queijo e carne, então coberto com um molho picante clara. É servido com um acompanhamento de batatas fritas. Este prato é muito apreciado pelos portugueses, especialmente no Porto, já que foi a cidade pioneira onde nasceu Francesinha. Se lhe apetecer experimentar este prato enquanto estiver em Lisboa, pode ir ao restaurante Ou Tacinho. O dono do restaurante é do Porto e trouxe consigo a receita da Francesinha. Situado na Rua do 4 de Infantaria, 6, o menu Francesinha custa doze euros.

Cozido à portuguesa.

Ninguém sabe a verdadeira origem do cozido em Portugal, mas o prato é um tesouro gastronômico e cada região tem sua própria variação. Em seu centro, o prato é um prato de carnes cozidas lentamente, enchidos (chouriços) e legumes. Em Trás-os-Montes, no nordeste de Portugal, o cozido contém farinheira (salsicha empanada), para que se possam encher (morcela) e alheira (salsicha recheada com uma mistura de caça e pão). Cozido de Minho contém o frango, e as receitas do Alentejo incluem cordeiro. No Algarve, o prato é muitas vezes temperada com batata-doce e hortelã. O exemplo mais famoso do cozido português, no entanto, é da ilha de São Miguel, nos Açores, onde se cozinha debaixo da terra dentro de gêiseres usando calor vulcânico.

Cozido à portuguesa.

Açorda. A açorda, um prato feito com pão seco e ovos distância servidos em um caldo de ervas, é uma comida típica dos camponeses alentejanas. A região mais alto de Portugal, esta área é conhecida por seus campos, fazendas e vinhedos. Como os moradores são, tradicionalmente, trabalhadores agrícolas, pratos, como a açorda proporcionavam um sustento barato e mais simples do que se podia facilmente personalizar com ingredientes adicionais: quanto mais rica era a família mais rica era a açorda. No interior, a açorda pode ser melhorada com carnes de caça selvagem, enquanto que ao longo da costa do Alentejo é mais provável que você veja uma versão que contenha camarão ou peixe.

Peixinhos da Horta.

Embora a carne e os frutos do mar dominam grande parte da cozinha portuguesa, algumas receitas populares são perfeitas para os vegetarianos. Um deles é o peixinhos da horta, feijões verdes empanadas fritas até ficarem douradas e crocantes. Quando os portugueses chegaram pela primeira vez ao Japão no século XVI, podem ter trazido algumas técnicas culinárias, incluindo este método de shake ao estilo tempura. Mesmo a palavra ” tempura pode vir do português temperar, que significa “animar”. Os Peixinhos da horta, que se traduz como “pequenos peixinhos da horta”, pela semelhança de legumes com peixes pequenos e coloridos, vai comer como entrada ou como aperitivo com um pouco de suco de limão em cima.

Feijoada.

Os invernos frios e chuvosos portugueses necessitam de uma refeição reconfortante. Na remota região rural de Trás-os-Montes, isso significa um prato húmido e colorido de feijoada à transmontana, uma feijoada de feijão vermelhas ou brancas realçadas com diferentes partes de porco (incluindo as orelhas e o focinho em algumas receitas), salsichas e legumes ligeiramente fritas. É saboroso e aromático, saboreará notas de cominho, cravo, alho e pimentão em uma feijoada rural tradicional. Localize a feijoada ao longo da costa, e provavelmente você vai encontrar variações que substituem os cortes de carne de porco por frutos do mar. Uma versão muito querida de Aveiro é chamado de feijoada de búzios, ou guisado de feijão com buzina.


Add Your Comment

* Indicates Required Field

Your email address will not be published.

*